Leia
Home / Amazonas / Equipe de Bernardinho chega em Manaus para enfrentar São Caetano, pela Superliga

Equipe de Bernardinho chega em Manaus para enfrentar São Caetano, pela Superliga

Amazonenses recepcionaram Bernardinho e jogadores no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes.
Foto: Sandro Pereira

Manaus – Recebida com carinho pela torcida amazonense, a equipe do Rexona/Sesc (RJ) desembarcou em Manaus, na tarde desta quarta-feira (1º), para iniciar a preparação visando o confronto com o São Cristovão/São Caetano (SP), que acontecerá na sexta-feira (3), às 19h30 (horário de Manaus) na Arena Amadeu Teixeira, localizada na zona centro-oeste. A partida é válida pela fase classificatória da Superliga Brasileira de Vôlei.

Com o desfalque da líbero Fabi, o Rexona/Sesc (RJ) chegou à cidade no início da tarde. Acolhidas por cerca de 20 torcedores, as atletas retribuíram o carinho do público tirando fotos e autografando cartazes.

Vindo separado das jogadoras, por conta de um compromisso em Brasília (DF), na última segunda-feira (30), o técnico Bernardinho esbanjou simpatia ao desembarcar em Manaus. O comandante bicampeão olímpico (2004 e 2016) afirmou que esse carinho emociona e o faz se sentir orgulhoso pelo trabalho desenvolvido nos últimos 16 anos na Seleção Brasileira masculina.

Com o desfalque da líbero Fabi, o Rexona/Sesc (RJ) chegou à cidade no início da tarde. Foto: Sandro Pereira

“O carinho me emociona. Às vezes me pergunto porque fui sair. Mas ninguém é dono de nada. Depois de 24 anos, sendo 16 na seleção masculina, era preciso. O Bernardinho é apenas um dos instrumentos que trabalhou e fez a sua parte ali. Tenho certeza que o Renan fará um grande trabalho. Além de ser um irmão que a vida me deu, é um cara super preparado. Acho importante renovar também. Criticamos tanto aqueles que se perpetuam no poder, não seria correto da minha parte querer me perpetuar”, disse o treinador, que revelou achar importante a iniciativa de trazer para Manaus, partidas da principal competição nacional da modalidade.

“Vamos treinar e arrumar o time para não ter nenhum tipo de surpresa. O São Caetano é uma boa equipe e vai tentar a surpresa. É importante que a gente trabalhe bem para que isso não aconteça. Temos que nos adaptar ao ginásio”, disse o técnico. “Acho que a expectativa de publico é boa, até porque, agora que estamos voltando à Manaus. É muito bacana levar o voleibol a todas as praças e o Amazonas sempre foi uma praça importante. Estava um pouco esquecida, mas sinto muito honra em poder voltar aqui”.

Até às 17h, a equipe do São Cristovão/São Caetano (SP) não havia chegado à capital amazonense.

Torcedores recepcionaram equipe com cartazes e animação. Foto: Sandro Pereira

Share This:

x

Veja Também

Para Rebecca, corte de custos e de desperdício é fonte de recursos

As diretivas visando obter recursos no curto prazo para implementar serviços de ...